Milena safadinha
Juju corno

sábado, 27 de março de 2010

Recusa

Recuso-me procurar-te no vazio
que não me abre as mãos
nem me beija as feridas
que as minhas unhas teceram
na fúria da tua ausência
.
Recuso-me desejar-te
na frivolidade dos passos
que não reconheço
e que não me devolvem
o gosto acre do sangue
que de ti guardo no meu silêncio
ou o cheiro que se colou na pele e na carne
em que louco te saciaste
.
Meu amor, se eu não soubesse
que me perdi no teu mundo
Na hora em que apagaste todas as luzes
Talvez ainda hoje me alimentasse
dos dias e das noites vestidos de fogo e calor
centelhas incertas de luz
isentas de amor
.

Recuso-me procurar-te no vazio de nós

Crystal

1 comentários:

Anônimo,  27 de março de 2010 10:46  

nova postagem

Postar um comentário