Milena safadinha
Juju corno

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

A RICARDO (SANT’ANNA) REIS


Seja alegre ou triste vivo
e basto nesta ocorrência.
Desejo uma vida assim:
ignorante de emoções
semelhante a qualquer pedra,
que fina sua existência
sem jamais dar por si.

3 comentários:

* hemisfério norte 10 de fevereiro de 2010 19:09  

era da pedra
era da pedra que vivia

Multiolhares 10 de fevereiro de 2010 19:41  

Mas eu acredito que as pedras também sentem, que é uma fase de crescimento até vegeta, animal e por fim humano, será que elas também não sofrem?
beijinhos

poeta do inverno. 23 de fevereiro de 2010 18:30  

e nesta pedra é que surge a poesia, pois de tanto tentar fez ouvir o canto que dela surgia

Postar um comentário